O nível no Campeonato Mineiro não é o mesmo de competições como Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil. Isso é óbvio. Mesmo assim, a defesa do Atlético mostrou bom serviço nas quatro primeiras partidas, tendo sofrido apenas um gol (média de 0,25 por partida). Fato este que rendeu elogios por parte do técnico Dudamel, que se diz tranquilo com relação ao setor.

Para continuar com o desempenho positivo, os jogadores do Galo garantem ter feito a ‘lição de casa’, visando ao embate com o Unión de Santa Fé, nesta quinta-feira (6), às 21h30, na Argentina, pela ida da primeira fase da Sul-Americana. É o que salienta o capitão Réver, companheiro de Gabriel na zaga titular.

“A gente acompanhou alguns lances (em jogos do Unión). Os jogadores deles forçam muito a bola aérea, devido aos seus atacantes. Vão fortes na bola parada de escanteio e de falta”, ressalta Réver.

Atlético

Mas os treinos de preparação não serviram somente para tentar neutralizar o adversário. “Temos informações sobre pontos fracos também, como todas as equipes têm. Precisamos explorar o que eles têm de ponto fraco para sairmos com o resultado positivo”, destacou.

Com relação ao desempenho defensivo do Galo até agora, ressalta que muito trabalho ainda precisa ser feito. “Temos de consolidar ainda, independentemente de quem esteja em campo. Defendemos uma instituição muito grande. Quem estiver jogando vai dar seu melhor. Queremos colher os frutos que estamos plantando no início desta temporada”, comentou