Desde março que David não balança as redes. Mais precisamente há 30 jogos. Um martírio para o atacante, que tenta a cada dia dar fim aos questionamentos feitos por parte da torcida celeste. Contra o Fortaleza, dirigido por Rogerio Ceni, que permitiu ao camisa 11 uma sequência de jogos no Cruzeiro, ele espera dar fim a este tabu.

“Me cobro muito para fazer gol. Tenho a confiança do treinador (Abel Braga) e parte da torcida. Tenho certeza que o gol vai sair logo”, disse David.

David Cruzeiro

Caso aconteça, seria uma espécie de presente de aniversário atrasado. No último dia 17, o atacante completou 24 anos e recebeu uma “honraria” de seus colegas de elenco.

“Contra a Chapecoense, a bola pegou na trave, em jogo antes do meu aniversário. Já diante do São Paulo, o Thiago Neves chamou todos e disse que todos iriam correr muito e vencer por mim, que os jogadores iriam me dar a vitória de presente. Ele fez o gol do triunfo”, disse.

E agora, chegou a vez de David? “Espero que sim. Ficar sem marcar me atrapalha. Mas o mais importante é o time sair da zona”, afirmou.