Depois de alguns sustos e possíveis surpresas até a última rodada da primeira fase, Brasil e México farão um confronto relativamente esperado nas oitavas de final da Copa do Mundo.

As equipes dos técnicos Tite e Juan Carlos Osorio se classificaram, respectivamente, na liderança do Grupo E e na segunda colocação do Grupo F. A passagem às quartas de final do Mundial da Rússia será decidida na próxima segunda-feira (2), às 11h (de Brasília), na cidade de Samara.

O duelo será um reencontro para os dois treinadores. Durante a curta passagem de Osorio pelo São Paulo, entre junho e outubro de 2015, ele disputou um clássico contra o rival Corinthians, então comandado por Tite.

O empate em 1 a 1 pela 17ª rodada daquele Campeonato Brasileiro decepcionou dos dois lados, pois o Timão ainda era o vice-líder da competição, atrás do Atlético, e o Tricolor buscava um lugar no G-4.

O técnico brasileiro, porém, saiu do Morumbi um pouco mais satisfeito. Apesar de ter largado em vantagem, o Alvinegro paulista teve um jogador expulso, enfrentou dificuldades para segurar a pressão como visitante e viu o rival acertar a trave três vezes na partida.

"Não, não, não (sabor de vitória). Empate é sabor de empate. Não tem essa. Já vencemos aqui com dez jogadores, então hoje é empate mesmo", comentou Tite na ocasião.

Do ponto de vista tático, chamou atenção na época a opção de Osorio pelo esquema 3-5-2, contra o tradicional 4-1-4-1 do brasileiro. Após a partida, o colombiano elogiou a atuação do adversário.

"Temos que levar em conta o rival, um time extraordinário. É justo dizer que Corinthians recua e tem transições muito boas, de alto nível. Nossa proposta é muito agressiva. Tivemos três chutes na trave, o que não é casualidade, é produto de jogo. Creio que os três zagueiros tiveram um bom comportamento", concluiu o treinador, à frente da seleção mexicana desde que se despediu do clube paulista.

Titular em campo

Dentro das quatro linhas, estavam presentes Cássio, Fagner e Renato Augusto. Jogadores de confiança do técnico Tite na conquista daquele campeonato, os três ganharam oportunidades na Seleção Brasileira e foram convocados para esta Copa da Rússia. 

O lateral-direito, inclusive, deverá ser titular contra o México nas oitavas de final. Ele herdou a vaga após a lesão de Danilo e fez boas atuações contra Costa Rica e Sérvia.

FICHA DO JOGO

SÃO PAULO 1 X 1 CORINTHIANS

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Bruno (Auro), Rafael Toloi, Luiz Eduardo e Carlinhos (Wesley); Lucão, Hudson (Bruno) e Ganso; Michel Bastos, Centurión e Luis Fabiano. Técnico: Juan Carlos Osorio

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Bruno Henrique; Elias, Jadson (Edu Dracena), Renato Augusto e Malcom (Rildo); Luciano (Danilo). Técnico: Tite

Gols: Luciano, aos 21 minutos do primeiro tempo; Luis Fabiano, aos 2 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Carlinhos, Wesley, Luiz Eduardo e Hudson (São Paulo); Felipe e Fagner (Corinthians)
Cartão vermelho: Felipe (Corinthians)

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 9 de agosto de 2015 (domingo)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Público: 31.384 pessoas
Renda: R$ 891.724,00