A Lazio emitiu um comunicado neste domingo em que acusa o atacante senegalês Keita Baldé Diao de simular uma lesão no joelho esquerdo para não entrar em campo no duelo contra a Atalanta, pela primeira rodada do Campeonato Italiano.

O clube italiano acredita que o jogador, com passagem pelas categorias de base do Barcelona, estaria tentando forçar uma saída do clube, pois também tem dado declarações ofensivas.

"A Lazio considera inaceitável e gravemente prejudicial a atitude de Keita Baldé Diao, que decidiu dar-se baixa da primeira partida do campeonato com a desculpa de uma lesão no joelho esquerdo", escreveu no site oficial.

O atacante já teve algumas discussões com os dirigentes da Lazio, criticando o projeto esportivo do clube e pedindo uma melhora das condições de seu contrato. "Foram declarações incrivelmente agressivas e duramente ofensivas ao Lazio e seus dirigentes. Tudo isso com o objetivo de facilitar uma saída que garantisse os interesses dos clubes interessados", prosseguiu o comunicado.

O clube italiano e seu presidente, Claudio Lotito, anunciaram que vão "proteger-se nas instâncias apropriadas em defesa da sua própria credibilidade de proteger a confiança de seus torcedores". Enquanto não define o futuro de Keita Baldé, o jogador treinará em separado do elenco.