O Conselho Mundial de Esporte a Motor da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) cedeu às pressões e anunciou nesta quarta-feira (20) mudanças no regulamento de testes dos pneus da Fórmula 1. A Pirelli, agora, terá 25 dias para testar os compostos que serão utilizados na temporada 2017.

Uma reunião realizada nesta quarta-feira (20) aprovou as alterações. Nela, ficou decidido que serão 25 dias de testes com os pneus em seu novo tamanho, que será alterado na próxima temporada. Estes testes serão realizados no decorrer deste ano, de 2017 e de 2018.

"As mudanças vão permitir 25 dias de testes com os carros atuais, usando os tamanhos de pneus de 2017, em 2016, 2017 e 2018", explicou a FIA em comunicado oficial. "Além disso, haverá uma oportunidade para testar o protótipo de pneu de 2017 (mas no tamanho de 2016) nos carros de 2013 ou 2014 - estes testes em carros mais antigos valem apenas para 2016."

O Conselho Mundial de Esporte a Motor explicou que permitiu os testes adicionais por os considerou "essenciais para o propósito de desenvolver os novos tamanhos de pneus permitidos pela regulamentação técnica da Fórmula 1 em 2017".

A Pirelli vinha pedindo a alteração no regulamento para os testes de pneus, principalmente após diversas críticas e da imagem ruim deixada pelos repetidos estouros dos compostos no ano passado e neste. A marca acertou a renovação do contrato com a Fórmula 1 até 2019, mas chegou a ameaçar deixar a categoria se não ocorresse a mudança.

Leia mais:

Ecclestone volta a falar contra mulheres na F1: 'Não deveria ser levado a sério'
Ecclestone diz que mulheres 'não têm capacidades físicas' para F1
Hamilton diz que Rosberg ainda não foi desafiado em 2016
Red Bull e Haas fazem escolhas mais agressivas de pneus para o GP da Rússia