Como é tradição nas principais ligas dos Estados Unidos, o campeão da última temporada da NBA, Golden State Warriors, aproveitou uma visita a Washington para encarar o Wizards e foi recebido pelo presidente Barack Obama na Casa Branca, nesta quinta-feira. Obama mostrou seu bom humor característico, não escondeu a já conhecida torcida pelo Chicago Bulls e chegou a provocar os atletas, mas reconheceu o incrível basquete praticado por eles.

Com 45 vitórias em 49 partidas, o Warriors busca a melhor campanha da história da NBA, pertencente ao Chicago Bulls de 1995/1996, que naquele ano conseguiu a marca de 72 triunfos e somente 10 derrotas na temporada regular. O incrível retrospecto do time de Oakland este ano gerou já comparações com aquele Bulls e criou uma certa rivalidade entre as franquias, da qual Obama não poderia ficar de fora.

Ao apresentar os atuais campeões, o presidente norte-americano brincou. "É raro estarmos na presença de caras do melhor time da história da NBA. Então, nós somos muito sortudos hoje por termos aqui na casa um desses jogadores: Steve Kerr, do Chicago Bulls de 1995/1996", declarou, lembrando que o atual técnico do Warriors era o armador daquele Bulls que tinha Michael Jordan, Scottie Pippen e Dennis Rodman.

 

 

President Obama imitates @stephencurry30's "clownin" at the @whitehouse!

Um vídeo publicado por NBA (@nba) em


Apesar do bom humor e das brincadeiras, Obama reconheceu os méritos deste time de Oakland, que está escrevendo seu nome como um dos melhores da história do esporte com um estilo diferente de basquete, rápido, com menor estatura e muitas bolas de três. Em especial, o presidente elogiou bastante Stephen Curry, MVP (jogador mais valioso) da última temporada e grande favorito a repetir o prêmio nesta.

"Eu sei um pouco sobre basquete, e este time é um dos melhores que a gente já viu. Ótimo arremesso, passe, uma escalação pequena e 'nuclear', quase não é justo. Eles jogam não apenas bem, mas como uma equipe, como o basquete deve ser jogado", comentou. "Obviamente, boa parte disso se dá pelo MVP da liga, Stephen Curry. Para quem viu o desempeno dele ontem, ele estava de palhaçada", completou, arrancando risos de todos, ao comentar a incrível performance de 51 pontos, sendo 11 bolas de três, do armador na vitória contra o Wizards.

O clima descontraído continuou quando Steve Kerr assumiu o microfone para agradecer o presidente. "Quero agradecer e também parabenizá-lo por ser o primeiro presidente a usar o termo 'de palhaçada'. Mas é uma honra estar aqui, dividir um título com você. Não sei se você tem algo planejado para o fim do ano (quando o mandato do presidente chega ao fim), mas queremos assinar com você", brincou o treinador antes de dar a Obama uma camisa personalizada do Warriors, com o número 44 e seu nome às costas.