O ex-diretor executivo da Liga Sul-Minas-Rio, Alexandre Kalil, se manifestou no Twitter diante do atual panorama de dificuldades que a entidade interregional enfrenta. O ex-presidente do Atlético demonstrou a visão negativa que compartilha em relação ao futuro da Primeira Liga, torneio marcado para este primeiro semestre.

"É uma pena. Agora, eu entendo claramente por que conspiraram contra mim. A Liga acabou. Eu avisei", escreveu o ex-dirigente, que se desligou do cargo no fim do ano passado alegando ter sofrido um "complô" formado por dirigentes de cinco clubes integrantes, sem citá-los.

Na tarde desta quinta-feira (21), houve uma reunião entre o presidente do Cruzeiro e da Liga, Gilvan de Pinho Tavares, com o presidente da Federação Carioca de Futebol (FERJ), Rubens Lopes. A entidade do Rio quer brecar a participação de Flamengo e Fluminense no torneio. No encontro, Lopes liberou apenas duas datas para os rivais da cidade maravilhosa, sendo que há cinco datas reservadas pelos clubes para a competição.