O empresário do técnico Cuca, Eduardo Uram, afirmou nesta quinta-feira (10) que o treinador não pretende assumir nenhum time ao menos na começo da temporada 2016. Após deixar o Shandong Luneng, da China, o ex-comandante do Atlético virou alvo do São Paulo, mas vai tirar um tempo fora do futebol para cuidar de problemas familiares, sem prazo para voltar ao banco de reservas.

"O Cuca disse que não vai trabalhar no começo desse ano. Todas as especulações envolvendo o nome dele não procedem", disse Uram. Segundo o agente, vários clubes procuraram o treinador, porém, pelo menos por enquanto, não há possibilidade do técnico repensar a decisão. "Todas as recusas dele não tiveram a ver com questões financeiras, até porque as conversas nunca trataram de remuneração", disse.

O São Paulo está sem técnico desde 9 de novembro, quando demitiu Doriva após sete partidas. Milton Cruz assumiu o cargo interinamente até o fim da temporada e classificou a equipe para a Copa Libertadores de 2016. A diretoria afirma que está à procura de técnico e enquanto não anunciar o escolhido, não vai se pronunciar sobre o assunto.

Cuca dirigiu o São Paulo em 2004, quando levou o time até a semifinal da Libertadores. Antes da passagem pela China, trabalhou no Atlético-MG entre 2011 e 2013. Foi vice-campeão brasileiro em 2012 e o principal feito do trabalho foi a conquista inédita da Libertadores, em cima do Olimpia, do Paraguai.