O técnico interino do São Paulo, Milton Cruz, conta com dicas do colombiano, Juan Carlos Osorio, que antecedeu Doriva, demitido na última segunda-feira (9), para tentar colocar o Tricolor na Copa Libertadores do ano que vem. Em sua primeira entrevista após assumir o cargo, Milton também mostrou insatisfação por não ter sido a opção da diretoria para substituir Osório.

"Quando o Osorio saiu ele falou na imprensa, e até aqui dentro do clube mesmo, que seria legal se o São Paulo me mantivesse no cargo nesse período para que eu pudesse dar continuidade ao trabalho dele. Mas, infelizmente, não houve essa permanência minha", comentou o "funcionário" são-paulino, como ele próprio se define.

Cruz revelou um encontro com o atual comandante da seleção mexicana, quando puderam trocar informações sobre o time do São Paulo. "O Osorio esteve aqui na quinta-feira passada, nós fomos jantar juntos. Quando ele ficou sabendo que eu ia assumir o cargo do Doriva, me mandou mensagem dando os parabéns e boa sorte nessa caminhada. Deixou claro que ele está à disposição para conversar. Ficamos muito tempo junto, colaborei com ele em tudo que foi possível. Espero que dê tudo certo para ele também no México", afirmou Milton.

Toda essa boa relação com o colombiano, no entanto, não fará com que ele implante os mesmos métodos do ex-parceiro. Mesmo apreciador dos treinamentos dados por Osorio e da forma ofensiva que a equipe jogava, ele acredita que a vaga na Libertadores, a ser conquistada nos próximos quatro jogos, não abre espaço para muitas mudanças.