A CBF prometeu confeccionar uma réplica da medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos para entregar para a lateral-esquerda Tamires, campeã com a seleção brasileira em Toronto. A jogadora perdeu a medalha ao ser roubada na manhã desta sexta-feira em Santo André. Os assaltantes levaram sua bolsa, onde estava o prêmio pela conquista pan-americana.

"Estamos bem, graças a Deus. Infelizmente levaram a minha bolsa e a minha medalha estava dentro, pois ia fazer umas fotos com ela. Mas o importante é que ninguém se feriu", disse a jogadora ao site da CBF. Tamires integrou o grupo que, no dia 25, derrotou a Colômbia, em Toronto, para ganhar o título pan-americano.

O assalto foi às 11h30, quando Tamires saía da casa da sogra no Parque Jaçatuba. Tamires conversava com uma vizinha e se preparava para entrar em seu carro quando os assaltantes se aproximaram e exigiram seus pertences. A dupla roubou o veículo da vizinha da jogadora, além do celular e da bolsa.

Tamires carregava a medalha de ouro consigo para exibi-la em sessão de fotos e entrevistas. Na última quinta, a lateral esteve no Rio, onde visitou a sede da CBF em cerimônia comemorativa pelo título no Pan. Nas próximas semanas a jogadora deve acertar a transferência para o futebol da Dinamarca.