O técnico Bernardinho tem um desfalque de última hora para a fase final da Liga Mundial, que começa nesta quarta-feira (15), no Rio. O central Riad, que vinha se revezando com Isac e Eder na segunda vaga de titular do time, sofreu uma lesão no joelho direito e precisou ser cortado da equipe que vai brigar pelo título no Maracanãzinho.

Mas esse não é o único problema do treinador. Wallace também está sentido dores nas costas e, por isso, Bernardinho optou por se precaver. Ao invés de convocar um quarto central para o lugar de Riad, o técnico chamou Leandro Vissotto de volta ao elenco. Assim, o experiente oposto fica como opção a Wallace e Evandro.

"Treinamentos com um bom nível durante toda a semana passada, em Saquarema, mas, agora, temos um percalço. Há uma dúvida em relação ao Wallace, que vem sentindo um pouco as costas e ainda não sabemos se poderá jogar contra a França. Se for o caso, é uma perda de peso, mas trouxemos o Vissotto de volta para compor os 14 do grupo. O Riad também teve uma pequena lesão no joelho e está fora", explicou o técnico Bernardinho.

Desta forma, o elenco fica formado pelos levantadores Bruno e William, os opostos Wallace, Vissotto e Evandro, os centrais Lucão, Isac e Éder, os ponteiros Murilo, Lucarelli, Lipe e Lucas Lóh e os líberos Serginho e Mário Jr.

A equipe estreia nesta quarta-feira, às 14 horas, contra a França, que chegou à fase final por ter sido campeã da segunda divisão da Liga Mundial. Também estão na briga pelo título Estados Unidos, Itália, Sérvia e Polônia.

"É uma chave muito difícil. Vamos jogar os três campeões: Brasil, primeiro colocado do grupo A, Estados Unidos, primeiro do seu grupo, e a França, que venceu a segunda divisão. Esses são times que contra quem o Brasil tem certa dificuldade de jogar. Não há prognósticos. A França, nosso adversário da estreia, tem um jogador talentosíssimo, o Ngapeth, e um time muito consistente, com volume de defesa impressionante", avisou o treinador brasileiro.