O Golden State Warriors enfim está de volta à final da NBA. Na noite de quarta-feira (27), o time da Califórnia assegurou o título da Conferência Oeste e se classificou para a sua primeira final em 40 anos ao derrotar o Houston Rockets por 104 a 90, fechando a série em 4 a 1.

Stephen Curry voltou a brilhar ao anotar 36 pontos e ainda obter oito rebotes, enquanto Harrison Barnes marcou 24 pelo Warriors, que recebeu o troféu pela conquista do título da Conferência Oeste das mãos de Alvin Attles, o técnico do time campeão em 1975.

Apesar da vitória, o Warriors teve um início ruim de partida, sendo batido no primeiro quarto por 22 a 17. Mas, mesmo sendo irregular, conseguiu a virada, já indo ao intervalo em vantagem de seis pontos - 52 a 46. Agora terá pela frente o Cleveland Cavaliers, campeão da Conferência Leste, a partir de 4 de junho.
 

 

"The Black Falcon" @hbarnes elevates for the SLAM! #NBAPlayoffs

Um vídeo publicado por NBA (@nba) em


Dwight Howard liderou o Rockets com 18 pontos e 16 rebotes, mas James Harden teve uma noite para esquecer. O astro perdeu 13 vezes a posse de bola e anotou 14 pontos, tendo acertado apenas dois de 11 arremessos de quadra.

Assim, o Rockets caiu após superar várias dificuldades no campeonato. O time pouco usou Howard na segunda metade da temporada regular por causa de uma lesão no joelho, mas mesmo assim garantiu o segundo lugar do Oeste. Depois, jogou os playoffs sem Patrick Beverley e Donatas Motiejunas e reverteu uma vantagem de 3 a 1 do Los Angeles Clippers para avançar à decisão do Oeste. O Warriors, porém, foi um obstáculo que o Rockets não conseguiu superar.

Curry pareceu não sentir os efeitos de sua assustadora queda no quarto jogo da final do Oeste, embora tenha atuado com uma proteção no braço direito. Mas o Warriors ainda passou por um outro susto, no terceiro período, com Klay Thompson, que sofreu um corte na orelha direita após levar uma joelhada na cabeça. Mesmo assim, ele terminou o duelo com 20 pontos.
 

 

@hbarnes gets free for the SLAM @nbaonespn!

Um vídeo publicado por NBA (@nba) em


Além do aguardado duelo entre LeBron, eleito o MVP da NBA em quatro oportunidades, e Curry, escolhido o Jogador Miais Valioso da temporada 2014/2015, a decisão entre Cavaliers e Warriors assegura que um brasileiro voltará a ser campeão da liga norte-americana de basquete, assim como aconteceu no ano passado com Tiago Splitter pelo San Antonio Spurs.

A taça ficará com Leandrinho Barbosa, que somou sete pontos, dois rebotes e uma assistência nos 11 minutos em que atuou pelo Warriors na noite de quarta, ou Anderson Varejão, que se recupera de grave lesão no tendão de Aquiles e desfalca o Cavaliers.

A decisão entre Warriors e Cavaliers começa em 4 de junho. O time de Oakland, dono da melhor campanha na temporada regular, será mandante nos dois primeiros jogos da série.