O Ministério Público do Rio de Janeiro conseguiu a suspensão das torcidas organizadas Young Flu, do Fluminense, e Força Jovem, do Vasco, dos estádios brasileiros pelo período de um ano. A punição foi obtida junto ao Juizado do Torcedor e Grandes Eventos, nesta sexta-feira (6).

A torcida Força Jovem do Vasco também teve a penhora dos bens móveis de sua sede para o pagamento de multa de R$ 301 mil requerida pelo MP pelo descumprimento da decisão liminar anterior.

A decisão do juiz Marcello Rubioli determina o afastamento das torcidas dos locais em que se realizem eventos esportivos, sob pena de multa de R$ 20 mil por integrante identificado em cada evento.

As punições foram decididas após os confrontos ocorridos no último clássico entre Vasco e Fluminense, pelo Campeonato Carioca, no dia 22 de fevereiro. Momentos antes da partida, realizada no Engenhão, torcedores dos dois clubes se envolveram em uma briga perto da estação de trem do Méier. A segunda briga envolveu apenas torcedores de duas correntes rivais da torcida uniformizada do Vasco.

O comandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), João Fiorentini, afirmou que foram apreendidos sete morteiros, pedras, estacas de madeira, barras de ferro, um soco de inglês e um spray de pimenta.