Enquanto todos se concentram para o início da Copa do Mundo, Ricardo ‘Bimba’ Winicki já está dentro d’água. Depois de retomar a liderança do ranking mundial da classe RS:X da ISAF (Federação Internacional de Vela), na semana passada, o carioca intensifica os treinamentos visando as competições internacionais do segundo semestre e vai dividir a Baía de Guanabara, raia dos Jogos 2016, com o britânico Nick Dempsey, medalhista de prata na Olimpíada de Londres em 2012, e atual campeão do mundo.

Bimba terá a companhia de Dempsey até o dia 20, quando retorna a Búzios, na Região dos Lagos, para a segunda etapa de treinos com estrangeiros, dessa vez com atletas chineses. Treino duro, mas com pausas programadas: dia de jogo do Brasil será em terra firme e na frente da TV.

"Hora do jogo é hora de torcer pela Seleção Brasileira. Estou muito confiante, acho que temos condições de fazer um bom Mundial, de conquistar o hexacampeonato. Ainda mais no Brasil, com a torcida apoiando, com essa atmosfera, com essa energia. Nick também é apaixonado por futebol e ficou muito animado por estar no país durante a Copa do Mundo, vivendo esse clima. Temos muito trabalho pela frente, treinar na raia das Olimpíadas é importante, ainda mais em casa, quanto mais conhecimento, mais eu puder andar na Baía, melhor", afirma Bimba que, representante do país na vela olímpica nos Jogos de Londres-2012, Pequim-2008, Atenas-2004 e Sydney-2000.

Bimba e Dempsei estão baseados no Clube Naval Charitas, em Niterói. Nas quatro últimas competições que disputou, o carioca venceu o Campeonato Norte-Americano (México), ficou com o vice-campeonato na Copa do Mundo de Qingdao (China), fechou em sexto lugar a competição em Hyères (França) e na sétima posição em Mallorca (Espanha). Este ano, Bimba conquistou ainda o título da Copa do Brasil (em janeiro, no Rio de Janeiro). Em agosto, está confirmada a realização de um evento-teste na Baía de Guanabara.