Em nota enviada à imprensa, o prefeito Marcio Lacerda lamentou a desorganização no primeiro desembarque de uma seleção da Copa do Mundo em Minas Gerais. Como publicado pelo Hoje em Dia na edição impressa desta sexta-feira (5), o prefeito de Belo Horizonte e o secretário de Turismo e Esportes de Minas Gerais foram barrados na última quinta-feira (5) pela Fifa e por autoridades de segurança no Aeroporto Internacional de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e não tiveram acesso à seleção chilena.
 
Ele e Tiago Lacerda foram a Confins dar boas-vindas aos chilenos, mas acabaram impedidos de entrar na pista de pouso por militares da Aeronáutica, apesar de apresentarem autorização da Polícia Federal. Segundo nota divulgada pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), a alegação dos agentes era que isso atrasaria o desembarque da seleção. 
 
Ainda conforme a nota, o prefeito Marcio Lacerda iria presentear os visitantes com uma bandeira de BH e um livro sobre a história do futebol na capital mineira. Já o secretário Tiago Lacerda iria entregar aos jogadores a bandeira do estado de Minas Gerais. "Seria um gesto de reafirmação da tradicional hospitalidade do povo mineiro, que carrega em sua alma a arte de receber com carinho e cordialidade a todos os que nos visitam e, neste caso, em especial, a uma delegação esportiva que escolheu a nossa capital para ser sua casa durante a realização do Mundial".
 
Lacerda informou ainda que teme que esse tipo de situação se repita em outras ocasiões. "Atitudes como as protagonizadas pelos militares da Aeronáutica, instituição esta que merece todo o nosso respeito e admiração, transitam na contramão de nossas tradições e do espírito de cordialidade, gentileza e hospitalidade com as quais recebemos nossos visitantes. E elas ocorrem em um momento especial em que Belo Horizonte, Minas Gerais e o Brasil se projetam no cenário internacional e abrem as portas para novas possibilidades de crescimento e oportunidades para toda a nossa população".
 
Nos próximos dias, as seleções da Argentina e do Uruguai irão desembarcar no aeroporto de Confins.