Cotados como os possíveis rivais da Mercedes no fim de semana, o espanhol Fernando Alonso e o finlandês Kimi Raikkonen não ficaram satisfeitos com o rendimento da Ferrari nos dois treinos livres do GP da Espanha da Fórmula 1, nesta sexta-feira (9). Alonso foi o quarto mais rápido, enquanto Raikkonen foi o quinto.

Apesar da evolução em comparação às etapas anteriores, o piloto da casa acredita que poderia ter ido ainda melhor no Circuito da Catalunha. "Não havia muita aderência na pista, sofremos bastante com isso. Também tivemos pouca pressão aerodinâmica e acho que a escolha dos pneus não foi a mais adequada", comentou Alonso.

"Agora teremos que trabalhar bastante para buscar o melhor equilíbrio do carro e tirar o máximo dele, mesmo em circunstâncias que não nos favorecem muito. Teremos que ser mais espertos que os outros em relação a nossa adaptação às mudanças que trouxemos para cá", cobrou o piloto.

Mais contido, Raikkonen evitou reclamar das condições da pista. Mas indicou que também teve problemas com os pneus. "Nos concentramos em preparar o carro para o treino classificatório, analisando o comportamento dos pneus fornecidos pela Pirelli para esta etapa. Agora vamos estudar tudo para decidir em qual direção seguiremos", declarou.