O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quinta-feira (27) o tempo de propaganda partidária gratuita a que cada partido terá direito no primeiro semestre deste ano. O critério usado na distribuição foi a quantidade de deputados federais que cada legenda elegeu em 2018. Com isso, 23 siglas foram contempladas.

Pela divisão feira pelo TSE, os partidos com mais de 20 deputados eleitos na última eleição terão direito a 20 minutos. São eles: DEM, MDB, PDT, PL, PP, PSB, PSD, PSDB, PSL, PT e Republicanos.

Já os partidos que elegeram entre 10 e 20 deputados terão direito a um tempo total de 10 minutos. São eles: PCdoB, Podemos, Psol, PTB e Solidariedade.

Os partidos que elegeram até nove deputados terão apenas cinco minutos. São eles: Avante, Cidadania, Novo, Patriotas, Pros, PSC e PV.

Entre as siglas que ficaram de fora, por causa dos critérios utilizados, estão o PRTB e a Rede Sustentabilidade.

As propagandas partidárias gratuitas no rádio e na TV haviam sido extintas em 2018. A volta foi sancionada no início deste mês pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). Cada partido poderá fazer inserções de até 30 segundos.

Embora não trate das propagandas da campanha eleitoral — que só começam no segundo semestre — esta primeira divisão indica como deverá ser a distribuição entre os partidos durante as eleições.

Leia mais:

Nova pesquisa Ipespe aponta Lula com 44%, Bolsonaro com 24% e Ciro e Moro empatados em 8%