Aliviado com a solicitação de arquivamento de seu nome na lista dos políticos implicados na operação "Lava Jato", o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), disse que recebe com tranquilidade a manifestação da Procuradoria Geral da República (PGR) e do Supremo Tribunal Federal (STF).

"Recebo com serenidade a manifestação do Ministério Público e do ministro Teori. Uma vida pública de 44 anos. Isso diz tudo. Honrando o meu Rio Grande do Norte", afirmou o ex-deputado.