Um dia após ser empossado como governador de Minas, o economista Fernando Pimentel (PT) reuniu pela primeira vez com o secretariado. O encontro teve início às 11 horas desta sexta-feira (2) e ocorreu a portas fechadas na sala Tomás Gonzaga, dentro do Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa. 
 
Além dos 22 secretários, participaram da reunião os comandantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, coronéis Luiz Henrique Gualberto Moreira e Marco Antônio Badaró Biachini, respectivamente. No encontro, o governador estabeleceu as diretrizes que serão adotadas em sua gestão.
 
Na quinta-feira (1º), o secretário da Casa Civil, Marco Antônio Rezende Teixeira, e o da Fazenda, José Afonso Bicalho, adiantaram que reunião seria para verificar a situação financeira do Estado. O conteúdo da discussão, no entanto, não foi confirmado. Os secretários deixaram o local, por volta das 13 horas, sem falar com a imprensa.
 
Governo popular
 
Em sua gestão, Pimentel promete fazer um pente-fino nas contas públicas do Estado e um governo popular. No cenário nacional, Pimentel é tido como um dos possíveis nomes do PT para suceder a presidente Dilma Rousseff (PT). Em sua primeira fala como chefe do Executivo mineiro, na Assembleia Legislativa, ele informou que será feito “muito mais do que um auditoria geral”. 
 
“Vamos criar um grupo executivo para apresentar um balanço geral. Não se trata de uma auditoria de contas públicas. É algo maior, é uma explicitação, do ponto de onde estamos partindo, como sociedade, em termos econômicos, sociais, de desenvolvimento humano e também, claro, das finanças. Nosso objetivo não é olhar para o passado, e sim definir o ponto de partida para o futuro”. O levantamento deverá ficar pronto em 90 dias e terá revisões anuais. 
 
O novo secretariado é integrado por:
 
- Marco Antônio Rezende Teixeira, Secretaria de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais
- Odair Cunha, Secretaria de Estado de Governo
- Helvécio Magalhães, Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão  
- Eduardo Serrano, Secretaria-Geral da Governadoria
- José Afonso Bicalho, Secretaria de Estado de Fazenda
- Macaé Evaristo, Secretaria de Estado da Educação
- Fausto Pereira dos Santos, Secretaria de Estado da Saúde
- Bernardo Santana de Vasconcellos, Secretaria de Estado de Defesa Social
- Murilo Valadares, Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas
- Ângelo Oswaldo, Secretaria de Estado da Cultura
- Nilmário Miranda, Secretaria de Estado de Direitos e Cidadania
- João Cruz Reis Filho, Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento
- Geraldo Pimenta, Secretaria de Estado de Turismo
- Carlos Henrique, Secretaria de Estado de Esportes
- Miguel Corrêa, Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.
- Paulo Guedes, Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais
- Altamir Rôso, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico
- Tadeu Leite, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Política Urbana e Gestão Metropolitana
- Sávio Souza Cruz, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável
- André Quintão, Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social
- Gamaliel Herval, Secretaria de Estado de Recursos Humanos
- Glênio Martins de Lima Mariano, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário
 
*Com informações de Patrícia Scofield
 
Atualizada às 14h30