O candidato ao governo de Minas pela coligação Todos por Minas, Pimenta da Veiga (PSDB), garantiu que trabalhará para fortalecer e diversificar a economia do Estado. “Queremos aproveitar nossa produção, sejam os grãos, seja o minério, para que ele seja melhor aproveitado aqui dentro”, disse. Pimenta da Veiga afirmou que nos últimos dez anos o PIB per capita em Minas cresceu quase 200% e que no mesmo período o Estado recebeu perto de R$ 200 bilhões de investimentos privados.

Segundo ele, é preciso continuar atraindo investimentos para assegurar o desenvolvimento econômico e social. O tucano pretende reduzir a carga tributária e reduzir a burocracia. “Queremos que todos os investimentos que possam vir para Minas cheguem efetivamente aqui para construir uma economia mais forte e mais diversificada”, disse.

O candidato do PSDB destacou que Minas Gerais possui um ambiente favorável para as novas tecnologias. De acordo com Pimenta, são empresas que geram produtos com maior valor agregado e geram empregos de qualidade. “Queremos criar todas as condições para que esses investimentos ocorram. É verdade que a estrutura do Estado já favorece isso, seja em infraestrutura, seja em serviço público, mas agora, com os grandes avanços que queremos fazer, isso poderá ser também um novo fator de atração”, declarou.

Nessa quarta-feira (20) foi o primeiro dia da propaganda eleitoral na televisão e o tucano avaliou a estreia como positiva. Segundo Pimenta, o que deve ser levado em consideração nesse momento é que com o início do horário eleitoral a população começa a se interessar pelas eleições. “Isso é muito bom, porque há um grande número de indecisos, de indefinidos, que agora devem chegar a uma definição”, disse.

Nessa quarta, o candidato tucano participou, acompanhado do candidato ao Senado Antonio Anastasia (PSDB), da inauguração do comitê de campanha do candidato a deputado estadual e presidente do Cruzeiro, Gilvan Pinho Tavares (PV), em Belo Horizonte.

Na ocasião Pimenta da Veiga comentou sobre o apoio dos presidentes dos dois maiores times de Minas Gerais. “Isso é importantíssimo. De um lado temos o Gilvan que, além de ser o presidente do Cruzeiro, é um homem que tem um conceito muito grande em Minas. E do outro lado, temos o apoio do o presidente do Atlético, Alexandre Kalil (PSB), que possui a mesma qualidade. Portanto, acho que, sob o ponto de vista esportivo, ninguém nos alcança”, comemorou.