Um artefato suspeito encontrado em uma lata de lixo perto de uma estação de trem em New Jersey explodiu na manhã desta segunda-feira (19), enquanto o esquadrão de bombas estava tentando desarmá-lo com um robô.

De acordo com o prefeito da cidade de Elizabeth, Christian Bollwage, o Escritório Federal de Investigação (FBI, na sigla em inglês) estava trabalhando para desarmar um dos cinco dispositivos encontrados numa mesma mala, que foi descoberta no lixo por dois homens na noite de ontem, que disseram ter visto fios e um cano saindo do pacote.

"Havia um pacote suspeito que continha múltiplos dispositivos explosivos improvisados à noite na estação de trens de Elizabeth, Nova Jersey", informou o FBI em uma mensagem no Twitter.

O serviço de trens na região foi parcialmente suspenso. Ainda não há previsão de quando a estação de Elizabeth poderá ser reaberta.

Saiba mais:
Explosão em Nova York foi ato terrorista sem vínculos internacionais
Nova York reforça segurança, mas governador minimiza risco de novas explosões
Forte explosão deixa ao menos 29 feridos no Chelsea, em Nova York

Nova York

No fim de semana, uma bomba explodiu em Nova York e deixou 29 pessoas feridas. O caso está sendo investigado como ato terrorista, embora as autoridades afirmem que não há conexões internacionais. 

A explosão foi registrada no bairro Chelsea, um dos mais elegantes de Manhattan, repleto de bares, restaurantes, e prédios residenciais luxuosos, na noite de sábado por volta das 20h30 locais (22h30 de Brasília).

Posteriormente a polícia encontrou uma segunda bomba a quatro quadras de distância, que foi desarmada com segurança e levada para análises. O ataque colocou Nova York em alerta, apenas um dia antes da chegada de líderes mundiais à cidade para a Assembleia Geral das Nações Unidas.