BOSTON (Estados Unidos) - O presidente americano, Barack Obama, afirmou nesta quarta-feira (30) que não "estava contente" com os erros apresentados no site da reforma da saúde na internet e prometeu que os problemas serão resolvidos rapidamente.
 
"Não há desculpas para isto. Assumo a responsabilidade de agir para que uma solução seja encontrada o mais rápido possível. Trabalhamos duro, todos os dias, para melhorar", afirmou Obama em viagem a Boston (Massachusetts, nordeste).
 
"Atualmente, o site é lento demais, muita gente não conseguiu acessar. E não estou contente com isso", disse o presidente.
 
Obama fez essas declarações no mesmo local em que seu rival nas últimas eleições presidenciais, o republicano Mitt Romney, na época governador de Massachusetts, assinou em 2006 uma reforma de saúde comparável à promulgada em 2010 para todo o país pelo presidente democrata.
 
Obama disse que, apesar de suas divergências com Romney e do duro enfrentamento que mantiveram na campanha de 2012, considera positivo o balanço da reforma do republicano em seu estado.
 
"Fez o que era justo (...). Sua lei foi um modelo para o país", disse Obama ao seu público em Boston, prometendo que prosseguirá com sua reforma "até o fim".