MADRI - Os bombeiros conseguiram controlar um incêndio iniciado na segunda-feira (30) na Galícia (noroeste da Espanha), que devastou 1.850 hectares, enquanto continuam ativos outros dois focos menores na região.

"Desde as 20h40 (locais) de ontem está controlado o incêndio florestal iniciado às 18h45 de segunda-feira no ajuntamento de Oia, em Pontevedra", na costa atlântica, perto da fronteira com Portugal, informou nesta segunda-feira o governo regional galego em um comunicado.

"Estimativas provisórias situam a superfície afetada em 1.850 hectares", acrescentou este comunicado da secretaria de Meio Rural e do Mar.

Neste incêndio, que forçou a desocupação de algumas casas devido à proximidade das chamas, chegaram a trabalhar até 13 helicópteros e 7 aviões, além de muitos efetivos terrestres.

Na região galega, continuam ativos dois incêndios menores no município de Boiro e no de Navia de Suarna, onde as chamas queimaram até agora 295 e 150 hectares, respectivamente, segundo o governo regional.

Os incêndios florestais são relativamente frequentes no verão espanhol e costumam ser favorecidos pelas altas temperaturas, o vento e a vegetação seca.

No entanto, após um inverno especialmente chuvoso, os incêndios são menos numerosos que em 2012, de forma que entre primeiro de janeiro e 18 de agosto queimaram 26.785 hectares contra os 147.854 hectares arrasados entre janeiro e julho de 2012, segundo o ministério da Agricultura.