CARACAS - O presidente Nicolás Maduro disse nesta quarta-feira (12) que o sistema eleitoral venezuelano é o "mais belo do mundo", ao final da auditoria que ratificou sua vitória nas eleições de 14 de abril, pela pequena margem de 1,49% dos votos.

"Ontem (terça-feira), o CNE (Conselho Nacional Eleitoral) revelou seu resultado (...) e após 100% da auditoria deu o que tinha que dar. É perfeito nosso sistema eleitoral. Erro zero. É o sistema eleitoral mais limpo e belo do mundo", afirmou Maduro na TV estatal.

A oposição ignorou os resultados das eleições presidenciais e exigiu uma auditoria sobre 100% dos votos, incluindo a revisão das urnas eletrônicas, contagem dos comprovantes de voto e verificação das atas de apuração.

A exigência foi rejeitada pelo CNE, que auditou apenas os comprovantes de votação e as atas de apuração, o que levou a oposição a recorrer ao Supremo Tribunal venezuelano, sem obter resposta.

Após o anúncio do CNE, na terça-feira, o líder da oposição e candidato derrotado, Henrique Capriles, qualificou a auditoria de "farsa".