LONDRES - O caixão da ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher foi retirado nesta quarta-feira (17) do palácio de Westminster para ser transportado à catedral londrina de St. Paul, onde acontecerá o funeral.

Com a bandeira nacional britânica, o caixão da Dama de Ferro iniciou, em um carro fúnebre escoltado pela polícia, a primeira parte do percurso até a igreja de São Clemente, onde o caixão será colocado em uma carruagem.

A cerimônia de enterro terá todas as honras militares - para o desgosto de muitos britânicos, que veem como seu legado um país divido econômica e socialmente. Amanhã pela manhã, o caixão será levado por um carro funerário até a Catedral de St. Paul.

Mais de 4 mil policiais foram escalados para trabalhar na segurança da cerimônia. O reforço da segurança foi decidido depois de a explosão de duas bombas, ontem, na linha de chegada da maratona de Boston ter deixado três mortos e mais de 170 feridos. O sino do Big Ben será silenciado para o funeral de Thatcher.

São esperadas cerca de 2 mil pessoas para o funeral, entre familiares, políticos e personalidades de todo o mundo. Os ex-secretários de Estado dos EUA, Henry Kissinger, George Schultz e James Baker estão entre os convidados.

Thatcher, apelidada de "Dama de Ferro", governou o Reino Unido entre 1979 e 1990. Ela morreu no dia 8, aos 87 anos. As informações são da Associated Press.

(*) Com informações da AFP e Agência Estado.