O Ministério da Agricultura informou nesta terça-feira (4) que a Coreia do Sul autorizou nesta mesma data a importação de carne suína de Santa Catarina. Trata-se da sequência de um processo que já estava em negociação antes do escândalo provocado pelas revelações da operação Carne Fraca, da Polícia Federal. A Coreia do Sul importa frango brasileiro e vinha num processo de validação de frigoríficos para iniciar os embarques de carne suína.

"Hoje uma notícia boa, a Coreia do Sul liberou Santa Catarina a exportar carnes suínas para aquele país", disse o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, numa mensagem divulgada por sua assessoria de imprensa. Ele acrescenta que o Estado é o único do Brasil livre de febre aftosa, sem vacinação.

Uma missão de técnicos coreanos estava no Brasil desde a semana passada para visitar frigoríficos a serem habilitados. O governo brasileiro aproveitou a vinda deles para dar explicações sobre as providências adotadas após a operação Carne Fraca.

Segundo fontes, o fato de a Carne Fraca não haver atrapalhado o processo de autorização de exportações de carne suína para a Coreia é um bom sinal de preservação da credibilidade do sistema de controle sanitário do país.