O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, reafirmou nesta quarta-feira, 29, durante cerimônia de assinatura do novo Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (Riispoa), que o setor exportador de carne bovina brasileira ficou "muito ameaçado" e em "posição muito difícil e complicada" após a Operação Carne Fraca. Maggi lembrou que, logo após a ação ser deflagrada, o presidente Michel Temer (PMDB) avaliou que a "situação era de emergência e que o fechamento de mercados seria danoso".

Para o ministro, apesar de a preocupação inicial ser salvar o mercado externo, o mercado interno não foi deixado de lado. Maggi reafirmou ainda que, apesar de a reabertura de mercados ser uma ação política dos países compradores, a reconquista (econômica) desses mercados será outra luta. "Acho que vencemos boa parte da batalha, mas outra é reconquista de mercados", concluiu Maggi.

Leia mais:
Comissão de Agricultura da Câmara convida Maggi para falar sobre operação da PF
União Europeia avalia medidas mais rigorosas para importação de carne brasileira
Há preocupação em relação à postura dos europeus sobre carne, diz Maggi