A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) informou que entre os dias 1 e 26 de janeiro o consumo de energia elétrica no País recuou 8,3% ante o mesmo período do ano passado, somando 59.115 MW médios. A geração, por sua vez, teve queda de 8,6% na mesma base de comparação, com 61,145 MW médios. Os dados são preliminares.

Especificamente sobre o consumo de energia, houve reduções de 8,5% no mercado cativo (ACR), no qual os consumidores são atendidos pelas distribuidoras, e de 7,8% no Ambiente de Contratação Livre (ACL), no qual consumidores compram energia diretamente dos fornecedores. Entre os ramos industriais, que considera dados dos autoprodutores, consumidores livres e especiais, houve queda de consumo de energia em todos os segmentos. As maiores retrações foram observadas no setor de veículos (-15,7%), Minerais não-metálicos (-12,8%) e de extração de minerais metálicos (-10,1%).

Geração

Nos dados da geração, as Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) aumentaram a produção em cerca de 20% no período, com 2.977 MW médios. A representatividade da fonte hidráulica, em relação a toda energia gerada no país, foi de 76,8%, índice 3,7 pontos porcentuais superior ao registrado no ano passado.

O estudo semanal da CCEE (InfoMercado) ainda apontou que as usinas hidrelétricas integrantes do Mecanismo de Realocação de Energia (MRE) gerarão, na quinta semana de janeiro, o equivalente a 82,3% de suas garantias físicas, ou 48.388 MW médios em energia elétrica.