A taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do país subiu para 7,9% em outubro, divulgou nesta quinta-feira (19) o IBGE.

O desemprego teve avanço em relação à taxa de setembro, que foi de 7,6%. É o pior resultado para outubro desde 2007, quando foi 8,7%.

Em setembro, o indicador havia ficado estável, interrompendo oitos meses de alta.

O indicador ficou acima do verificado em igual período do ano passado, quando a taxa foi de 4,7%.

A PME abrange seis regiões metropolitanas do país -São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife e Porto Alegre. Ela deixará de ser divulgada e será substituída no ano que vem pela Pnad Contínua, que é mais abrangente.