Clientes da operadora Claro não irão gastar dados da franquia com Facebook, Twitter e Whatsapp. Os usuários terão até 50 megabytes (MB) a mais por mês para utilizar exclusivamente com os três aplicativos. O limite foi estipulado, de acordo com o diretor-executivo de Marketing da operadora, Rodrigo Vidigal, para não afetar a rede. No entanto, ele garante que o consumo é suficiente. “As pessoas gastam até 9 MB por mês com Twitter e Whatsapp. O montante é mais de cinco vezes maior do que o necessário”, afirma.

O benefício vale para quem integra o quadro de clientes da operadora a partir de ontem. Aqueles que optaram pelo OnLine Max, plano em que o usuário recebe o dobro da internet contratada, também fazem parte da nova promoção. Já os clientes da base, ou seja, aqueles que estão a mais tempo na Claro, devem se cadastrar para usufruir da benefício.

Vale ressaltar que ao aderir à nova promoção, os clientes antigos mudam o contrato. Isso significa que quando o volume contratado de internet é atingido os dados são cortados e não reduzidos, como acontece hoje. “Mas é o dobro da internet contratada. E, agora, com os benefícios de acessar três redes sociais sem utilizar a franquia”, ressalta o diretor regional da companhia em Minas Gerais, Erik Fernandes.

A Claro faz parte do grupo America Movil, detentora das marcas Net, de televisão a cabo, e Embratel. Conforme ressalta o diretor regional, a Claro também comercializa combos em parceria com as empresas do conglomerado mexicano. Um plano simples de telefone celular com 500 MB de dados, 60 minutos de voz e TV com 90 canais sai a R$ 101,90. Caso a Net não esteja disponível no local de interesse do cliente, a instalação é feita com Claro TV, com transmissão via satélite.

“Também temos planos com telefone fixo. Além disso, o cliente pode montar o plano de acordo com as necessidades dele de internet, voz e quantidade de canais de TV. E a internet é dobrada em casa e no celular para os novos clientes e para aqueles que optarem pelo plano turbinado”, diz Rodrigo Vidigal.