As empresas de locação de veículos, que temiam queda nos negócios durante a Copa do Mundo, foram surpreendidas com o ritmo de reservas dos últimos dias. Agora, elas projetam aumento de até 15% nos aluguéis.

A multinacional Hertz, que possui uma frota de 20 mil carros em todo o país, não possui mais automóveis disponíveis nas cidades sede desde o início deste mês e até 15 de julho.

Já as mineiras Localiza e Lokamig ainda possuem disponível boa parte de suas frotas, mas projetam que a taxa de ocupação deve chegar próxima a 90% nos dia de jogos.

Reversão

As locadoras de automóveis estavam inicialmente preparadas para uma temporada ruim durante a Copa, já que a perspectiva era a de que o mundial não compensasse a queda na movimentação de profissionais em função do adiamento de eventos corporativos, como feiras e seminários.

Além disso, foram poucas as reservas antecipadas por torcedores, delegações de seleções e empresas envolvidas com a organização do evento. 

“Tivemos uma surpresa com a demanda de última hora, que já ocupou 70% da nossa frota. Podemos chegar a 90% nos dias de jogo em Belo Horizonte”, disse o diretor-geral da Lokamig, Saulo Fróes.

A locadora tem uma frota de 1,3 mil veículos, sendo que 60% está comprometido com a terceiriza-ção de frota de empresas e os outros 40% disponível para a locação avulsa (rent a car). 

Neste último segmento o faturamento deve ser, este ano, 20% maior em virtude do torneio internacional de futebol.

De acordo com Saulo Fróes, a maior parte da demanda vem turistas brasileiros que moram no exterior e anteciparam as férias para assistirem a Copa do Mundo. Os estrangeiros não chegam a 10%. Fróes credita a diversificação da sua frota, com vans e carros maiores como uma vantagem frente a concorrência.

Na Localiza, o diretor de marketing, Herberth Viana Andrade afirma que o aumento da demanda nos últimos dias projeta um crescimento dos negócios entre 10% e 15% em junho e julho em relação a igual intervalo do ano passado. 

“O crescimento não mais acentuado porque deixamos de atender a demanda executiva. Mas o movimento será maior pelas reservas que já registramos”, afirmou.

A Localiza tem uma frota de 117 mil veículos, sendo que 42 mil deles estão no mercado de locação avulsa. 

A empresa não informou a taxa de ocupação da frota atualmente ou fez projeções. A Localiza prevê que, das locações durante a Copa do Mundo, 80% serão realizadas por brasileiros e 20% por turistas estrangeiros.