A intenção dos empresários da indústria de materiais de construção de investir nos próximos 12 meses apresentou melhora neste começo de ano, segundo levantamento divulgado pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), nesta quarta-feira. Do total de empresários ouvidos, 74% disseram ter planos de investir. O número é maior do que os 71% de janeiro deste ano e igual ao de fevereiro do ano passado.

O levantamento da Abramat indicou ainda que 74% dos empresários também avaliam que as vendas de materiais de construção no mercado interno serão boas ou muito boas em março. Outros 26% estimam vendas regulares. Em fevereiro, as vendas foram consideradas boas ou muito boas por 47% dos empresários, regulares por 45% e ruins por 8%.

"A indústria aponta um crescimento nas pretensões de investimento em função das expectativas sobre novos programas de concessões de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, além da boa perspectiva do crescimento do varejo para 2013", afirma em nota Walter Cover, presidente da Abramat.

Em fevereiro, o nível de utilização da capacidade instalada da indústria - o Nuci - ficou em 82%, estável ante janeiro e levemente abaixo dos 83% de fevereiro do ano passado. Já a perspectiva positiva em relação às ações de incentivo do governo para o setor caiu. Neste mês, 29% dos empresários disseram estar otimistas com a atuação do governo. Em janeiro, eram 37%, e, há um ano, 54%.