O ex-jogador do Cruzeiro, Eduardo Pereira Rodrigues, de 20 anos, conhecido no meio futebolístico como "Dudu", foi preso na noite de terça-feira (29) após agredir a sua esposa e a sogra, na residência do casal, em Goiânia, Goiás. O meia, atualmente jogador do Dínamo de Kiev, da Ucrânia, pagou uma fiança de R$ 12 mil para ser liberado.

De acordo com a Polícia Militar (PM), ele teria discutido com a esposa, que partiu para cima dele e o agrediu. O atleta revidou. A sogra tentou defender a filha, e também acabou apanhando.

Ele foi preso em flagrante e enquadrado na Lei Maria da Penha, sendo encaminhado à Delegacia da Mulher, no Centro da cidade. As vítimas recusaram atendimento médico e também foram levadas à delegacia.

Além do Cruzeiro, "Dudu" jogou no Coritiba e passou pela categoria de base da seleção brasileira.