Chega a 24 o número de mortes causadas pelas chuvas dos últimos dias no estado de São Paulo. Em Franco da Rocha, na região metropolitana da capital, já são oito vítimas dos temporais.

Entre as pessoas que perderam a vida no estado, oito eram crianças. Segundo a Defesa Civil, há ainda 11 pessoas desaparecidas. Os estragos provocados pelas chuvas deixaram 660 famílias desabrigadas ou desalojadas. A Defesa Civil está fornecendo cestas básicas e kits de higiene aos atingidos.

As chuvas causaram alagamentos, quedas de árvores, deslizamentos e interdições em rodovias por todo o estado.

Até agora os municípios que contabilizam mortos são:

Itapevi – 1 vítima

Arujá – 1 vítima

Francisco Morato – 4 vítimas

Embu das Artes – 3 vítimas

Franco da Rocha – 8 vítimas

Várzea Paulista – 5 vítimas

Jaú – 1 vítima

Ribeirão Preto – 1 vítima

Situação de emergência

As cidades de Francisco Morato, Caieiras, Franco da Rocha, Jaú, Embu das Artes e Capivari decretaram situação de emergência.

O governo estadual montou uma força-tarefa com o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Defesa Civil para dar suporte aos municípios atingidos pelas chuvas. Também foram liberados R$ 15 milhões para cidades que sofreram danos causados pelos temporais.

Leia mais:
PF conclui que presidente não cometeu crime no caso Covaxin
Agenda de Bolsonaro tem compromisso em horário próximo ao previsto para depoimento na PF
PF apreende 15 girafas sob maus-tratos em resort safari no Rio