O número de casos de Covid-19 registrados em 24 horas bateu novo recorde pelo segundo dia consecutivo. Dessa quarta-feira (26) para esta quinta-feira (27), as autoridades de saúde confirmaram 228.954 novos diagnósticos da doença. Nessa quarta foram notificados 224.567 casos. A soma de pessoas que foram infectadas pelo coronavírus desde o início da pandemia no Brasil alcançou 24.764.838.

A quantidade de casos de Covid-19 em acompanhamento chega a 2.041.596. O termo é usado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta nem evoluíram para morte.

A quantidade de óbitos causados por complicações associadas ao coronavírus chegou a 625.085. Nas últimas 24 horas, foram registradas 672 mortes. Nessa quarta (26), o sistema de informações contabilizava 624.413 óbitospor Covid-19.

Existem ainda 3.146 falecimentos em investigação. Nesse caso, se devem a pacientes que faleceram, mas a investigação se a causa foi Covid-19 ainda demanda exames e procedimentos posteriores.

Até esta quinta-feira (27), 22.098.157 pessoas se recuperaram do coronavírus. O número corresponde a 89,2% dos infectados desde o início da pandemia.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada nesta quinta, que traz informações enviadas por secretarias municipais e estaduais de saúde sobre casos e mortes associados à Covid.

Os números em geral são menores aos domingos, segundas-feiras o nos dias seguintes aos feriados em razão da redução de equipes para a alimentação dos dados. Às terças-feiras e dois dias depois dos feriados, em geral há mais registros diários pelo acúmulo de dados atualizado.

Estados
Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por Covid-19 até o momento estão São Paulo (157.209), Rio de Janeiro (69.776), Minas Gerais (57.093), Paraná (41.109) e Rio Grande do Sul (36.791).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (1.861), Amapá (2.045), Roraima (2.091), Tocantins (3.989) e Sergipe (6.081).

Vacinação
Até esta quinta-feira (27), foram aplicados 351 milhões de doses no país, sendo 163,6 milhões de 1ª dose e 151 milhões de 2ª dose ou dose única (JKanssen). Outros 36,3 milhões já receberam a dose de reforço.

Leia mais:

Oito em cada 10 leitos para Covid seguem ocupados em BH; taxa de transmissão cai pelo 3° dia seguido
BH ganha 122 novos leitos de UTI e enfermaria dedicados à Covid nos hospitais da Fhemig
BH convoca pessoas com alto grau de imunossupressão com mais de 70 anos para 4ª dose contra Covid