Durante o simpósio internacional Coronavac, que está sendo realizado virtualmente pelo Instituto Butantan, de São Paulo (SP), o presidente e fundador do laboratório chinês Sinovac Biotech, Weidong Yin, afirma que testes de sua vacina vem apresentando bons resultados contra a variante Ômicron da Covid-19.

"Pelos nossos estudos, a Coronavac tem se mostrado eficaz contra essa nova variante, a Ômicron, e já estamos desenvolvendo uma nova vacina incluindo essa cepa. Mais de 2,3 bilhões de pessoas no mundo já receebram nossa vacina", afirma Yin.

O laboratório chinês é parceiro do Instituto Butantan, fornecendo os insumos para produção da Coronavac no Brasil. A parceria resultou no fornecimento de 100 milhões de doses da vacina ao Plano Nacional de Imunizações, do MInistério da Saúde.

"Estamos lutando a mesma batalha. E não temos palavras para agradecer a parceria com o Butantan. A Coronavac foi a primeira a enfrentar a pandemia do coronavírus com resultados de desenvolvimento satisfatórios. Juntos, alcançamos nossos objetivos", comenta o presidente da Sinovac.

O simpósio internacional do Butantan reúne cientistas de cinco países e termina na próxima quinta-feira (9).

 

Leia também:

Mais de 80% da população está com o esquema vacinal contra a Covid-19 completo em Minas
Minas registra 25 óbitos e 678 novos casos de Covid em 24 horas