A Polícia Civil do Paraná identificou o autor de ameaças contra diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e escolas do estado do Paraná.

De acordo com as investigações, o autor enviou as mensagens ameaçando os diretores caso houvesse a aprovação da autorização de vacinas para crianças, com idades entre 5 e 11 anos, após o anúncio da Pfizer de que entraria com o pedido na Anvisa.

Segundo a Polícia Civil, o homem foi intimado, compareceu à delegacia e prestou depoimento aos investigadores. Ele se disse arrependido de ter feito as ameaças ao órgão e às escolas. A Polícia Civil paranaense não divulgou mais informações sobre o suspeito. As investigações sobre o caso prosseguem. 

Nesta semana, a Anvisa recebeu novas ameaças relacionadas à possibilidade de aprovação de vacinas contra a covid-19 para o público infantil. A direção do órgão informou que repassou esse novo caso às autoridades competentes para apuração e eventual responsabilização dos autores.

Leia mais:
Covid-19: mais de 14 milhões estão com segunda dose da vacina atrasada
Anvisa flexibiliza normas para pesquisas clínicas no Brasil
Presidente da Câmara de Manhuaçu é multado em mais de R$17 mil por participação em protesto