A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) anunciou que entregará ainda nesta sexta-feira (18) ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) mais 5 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra Covid-19, produzida no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos).

Com a entrega desta semana, chega a 54,8 milhões o total de doses produzidas em Bio-Manguinhos e disponibilizadas ao Ministério da Saúde. Outras 4 milhões de doses do imunizante foram importadas prontas da Índia, onde foram produzidas pelo Instituto Serum. 
 

Vacina Covid

Com a próxima remessa de IFA, poderão ser produzidas mais 5,8 milhões de doses, o que garante entregas de vacinas até 16 de julho

As doses fabricadas em Bio-Manguinhos são produzidas a partir de ingrediente farmacêutico ativo (IFA), importado do laboratório chinês WuXi Biologics. Segundo a Fiocruz, um novo carregamento do insumo está previsto para chegar ao Rio de Janeiro na próxima quarta-feira (23), desembarcando no Aeroporto Internacional do Galeão. 

Com a próxima remessa de IFA, poderão ser produzidas mais 5,8 milhões de doses, o que garante entregas de vacinas até 16 de julho. 

Enquanto trabalha no processamento do IFA que já está em Bio-Manguinhos e avança na transferência de tecnologia para nacionalizar a produção do insumo, a Fiocruz também aguarda a confirmação da farmacêutica europeia sobre a possibilidade de antecipação dos próximos envios de IFA produzido na China. 

Leia mais:
DF começa a vacinar pessoas de 49 anos contra a Covid-19
Pesquisa aponta aumento de casos de Covid em 1.217 cidades esta semana