SÃO PAULO - Um problema de tração no trem que passava às 7h27 na Estação Brás da Linha Vermelha do metrô de São Paulo provocou transtornos no deslocamento dos paulistanos para o trabalho na manhã desta terça-feita (30). Com a falha, os passageiros foram orientados a caminhar por uma passarela de emergência ao lado dos trilhos. A composição foi removida pouco depois das 8h e os trens voltaram a circular normalmente às 8h28, segundo a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô).

Até que a pane fosse solucionada, a movimentação dos trens no sentido Itaquera - Barra Funda foi interrompida, provocando acúmulo de passageiros nas plataformas. De acordo com o Metrô, uma média diária de 1,2 milhão de pessoas utilizam a Linha Vermelha. Como esse é o horário de pico da manhã, os transtornos foram ainda maiores. A falha também fez com que a Linha Azul (Tucuruvi - Jabaquara), que tem transferência direta com a Vermelha, circulasse com redução de velocidade.

A Companhia do Metropolitano informou que por volta das 9h ainda havia muitos passageiros nas plataformas e que não há como estimar em quanto tempo esse volume irá diminuir. Diariamente, uma média de 4,6 milhões de pessoas utilizam as cinco linhas do metrô da capital.