A Chevrolet acaba de apresentar a linha 2017 da picape S10, que ganhou atualização de estilo na parte frontal e um pacote de novos conteúdos para não correr risco de perder ainda mais terreno, uma vez que a Toyota Hilux quase dobrou seu volume em relação a picape da gravata e ainda existe a ameaça da Fiat Toro, que vem com os chifres apontados em direção do utilitário da GM.

Visualmente o modelo ganhou linhas mais modernas, mas que não trazem nenhuma relação direta com a atual identidade visual da Chevrolet, inaugurada com a nova geração do Cruze. Mesmo assim, o tapinha visual remoçou o utilitário, que passa a contar com filete de LED para iluminação diurna.

Por dentro, o painel foi redesenhado, seguindo a arquitetura dos demais modelos como o Onix, com difusores de ar verticais no entorno do sistema de entretenimento MyLink que, por sua vez, passa a contar com sistema OnStar e espelhamento de smartphone nos padrões Android Auto e Apple Car Play.

A S10 também ganhou recursos de segurança como monitoramento de faixa e detecção de obstáculo à frente, mas sem nenhum tipo de interferência automática.

Mecânica
Para reduzir o consumo, a GM aposentou a direção hidráulica, por acionamento mecânico, e passa a utilizar sistema elétrico. O motor EconoFlex 2.4 também deixou de ser oferecido, dando lugar para o turbo diesel 2.8 de 200 cv e o Ecotec 2.5 (flex) de 206 cv, com opção de trações 4x2 e 4x4 e transmissões automática ou manual.