RIO DE JANEIRO - Após a forte chuva que atingiu o município na última semana, Mangaratiba, no litoral sul fluminense, permanece em estado de atenção. Apesar da preocupação das autoridades, não chove na cidade desde a última sexta-feira (4), o que facilita o trabalho das retroescavadeiras, que executam o serviço de limpeza na região.

Além disso, muitas pessoas já puderam voltar para suas casas. A Defesa Civil Municipal ainda contabiliza cerca de 500 desalojados que estão na casa de amigos e parentes, além de seis desabrigados, que estão na Escola Municipal Maria Augusta Lopes, no centro da cidade.

A estimativa é que 15 mil pessoas tenham sido afetadas por problemas como falta de energia elétrica e abastecimento de água. Mais de 300 cestas básicas, água, roupas, kit de higiene pessoal, kit limpeza, roupa de cama e colchonetes foram distribuídos.

Durante as chuvas, uma casa desabou e mais cinco tiveram as estruturas comprometidas e foram interditadas pela Defesa Civil, mas ninguém ficou ferido.

A Secretaria Municipal de Obras informou que está recolhendo lixo e entulho que ficaram espalhados por vários pontos da cidade. Técnicos da secretaria também estão mapeando possíveis áreas de deslizamentos. Bueiros e canais também estão sendo desobstruídos para curso normal das águas.