Heloisa de Carvalho, uma das filhas do escritor Olavo de Carvalho, que morreu na noite dessa segunda-feira (24), revelou em sua conta no Twitter que a causa da morte do pai foi em decorrência de complicações da Covid-19.

A bacharel em Direito, que já havia revelado ser brigada com Olavo desde 2017 por conta de divergências políticas, pediu para que "Deus perdoe ele de todas as maldades que cometeu."

A filha do escritor lembrou ainda que que ele não acreditava que mortes ocorriam por conta da doença. "Não tem como eu sentir grande tristeza pela morte dele, mas também não estou feliz. Sendo sincera comigo e meus sentimentos", desabafou em post no Twitter. 

Heloisa revelou que uma funcionária da família foi infectada por Covid-19, mas que optaram por não afastá-la do trabalho. "Os patrões negacionistas não quiseram afastá-la do trabalho, empregada doméstica, pegava condução e pegou Covid, eu ainda a aconselhei uns 5 dias antes dela pegar covid a se demitir, mas quem iria sustentar as 3 crianças", postou.

Leia também:
Bolsonaro lamenta morte de Olavo de Carvalho: 'um farol para milhões de brasileiros'
Olavo de Carvalho morre, aos 74 anos, nos Estados Unidos