O segmento de picapes é o nicho de maior volume do mercado norte-americano. Para Detroit virar de vez a chave da eletrificação é preciso combinar caçambas com baterias. A General Motors acaba de apresentar a versão elétrica da Chevrolet Silverado. 

A picape chega para disputar terreno com a Ford F-150 Lightning e com a futurista Tesla, que deve chegar ao mercado ainda este ano. Segundo a marca, a picape tem autonomia de até 640 km.

Batizada de Silverado EV, a picape conta com motorização de 670 cv e 100 kgfm de torque, sendo que toda a força está disponível a todo momento. Todo torque garante capacidade de reboque de até 4,5 toneladas e 590 quilos de carga útil. 

Segundo a GM, a picape suporta pontos de recarga de até 350 kWh, além de servir de base de recarga externa de até 10,2 kW. Este recurso é o mesmo da rival da Ford. A funcionalidade permite que em canteiros de obras o carro sirva de gerador para maquinários. Ainda mais no caso de picapes, que são muito utilizadas por empreiteiros e prestadores de serviços, por lá.

A Silverado elétrica ainda tem tração 4x4, suspensão a ar adaptativa, sistema de expansão da área de carga, Multi-Flex Midgate, com abertura que permite utilizar a cabine como extensor, como no conceito Tarok, da Volkswagen. Ela ainda recebeu tampa da caçamba com acionamento elétrico e porta-malas sob o capô.

Por dentro, o destaque fica por conta do imenso multimídia de 17 polegadas, que agrega basicamente todas as funcionalidades da picape. Ela ainda recebeu quadro de instrumentos digital flutuante e farto pacote de assistência de condução, como monitor de permanência em faixa, controle de cruzeiro adaptativo (ACC), dentre outros recursos. 

A picape é montada sobre a plataforma Ultium, dedicada para modelos elétricos. Ela estreará no mercado norte-americano em 2023, com produção na planta Factory Zero, em Detroit, erguida nos anos 1980 e que recebeu aporte de US$ 2,2 bilhões para produção de elétricos.

Assista também!