Numa cerimônia fechada para familiares, o corpo da cantora Marília Mendonça e de seu tio Abicieli Silveira Dias Filho foram sepultados no cemitério Parque Memorial Goiânia, na tarde deste sábado (6), em Goiânia (GO). O cortejo deixou o ginásio Goiânia Arena, ao lado do estádio Serra Dourada, por volta das 16h50 e demorou cerca de uma hora e meia para chegar à necrópole. O enterro foi fechado para a família e amigos mais próximos.

Os portões do ginásio foram fechados por volta das 16h05, quando teve início a organização do comboio que seguiu para o cemitério. O cortejo contou a participação dos ônibus de diversos artistas sertanejos, como da dupla Henrique e Juliano, que foi guiado por dois caminhões do corpo de bombeiros, escoltado por viaturas policiais. Centenas de motociclistas e outros carros de passeio integraram o imenso comboio rumo ao cemitério.

Num clima sereno e de muita comoção, os familiares se despediram da artista que foi apelidada como a rainha da sofrência. Marília Mendonça tinha 26 anos e deixa um filho de um ano e 10 meses. 

A carreira

Com apenas 26 anos, a ascensão da artista goiana, nascida em Cristianópolis, foi meteórica. A cantora se tornou um símbolo do empoderamento feminino ao colocar a mulher no centro de suas letras. Nelas, Marília impõe o protagonismo das mulheres em suas vidas. E na vida real ela fez o mesmo, ao desbancar a hegemonia masculina na música sertaneja.

Aos 20 anos já tinha lançado o seu primeiro DVD, mas não esperava grandes resultados. A surpresa veio após a realização de um show em Goiânia, quando os ingressos se esgotaram com uma semana de antecedência. A partir daí, a trajetória fez uma curva ascendente, conquistando todo o Brasil com a sua voz forte.

Em pouco tempo virou dona do maior canal do segmento de música sertaneja do YouTube, hoje com mais de 21 milhões de inscritos. Ela se tornou a primeira artista brasileira a atingir a marca de 12 bilhões de visualizações. 

A tragédia

Na tarde desta sexta-feira (5), o avião que transportava Marília Mendonça caiu em uma cachoeira, na zona rural de Piedade de Caratinga.  A aeronave decolou de Goiânia e seguia para Caratinga, cidade também no Vale do Rio Doce, onde a artista faria um show na noite da sexta.