Todo grande herói das pistas ganha uma edição comemorativa. Afinal, a máxima “vença no domingo, venda na segunda!” nunca falhou. A Mitsubishi moldou sua imagem como Adão, no barro. A marca ganhou notoriedade nos anos 1980 ao vencer o Paris Dakar com o Pajero e repetiu o feito outras 11 vezes.

Mas não era apenas nas areias dos desertos africanos que a japonesa deixou sua marca de pneu. Ela também doutrinou no mundial de rali (WRC), com o Lancer. O Lancer participa das provas off-road desde a década de 1970. Mas foi nos anos 1990 que a sedã dominou a competição, tendo o piloto finlandês Tomi Mäkinen como grande maestro.

O piloto conquistou quatro títulos consecutivos no WRC, de 1996 a 1999, o que lhe garantiu uma edição especial, batizada de Lancer Evolution VI Tommi Mäkinen Edition, que é considerado como o ponto máximo da dinastia do Evo, mesmo com outras quatro evoluções posteriores. 

Agora a fabricante acaba de leiloar uma das 2.500 unidades do TME, no Reino Unido. O carro fez parte de um lote de 15 unidades clássicas da marca japonesa.

Na lista figuram modelos como MK1 Colt Lancer, Colt Gallant, Jeep J27 (que era licenciado para marca), 3000GT e até um Lancer EVO IX MR. Mas a estrela do leilão foi o Evo vermelho de Mäkinen.

O carro foi arrematado por 100.100 libras, que corresponde a R$ 720 mil. O Lancer foi mais caro do leilão, que amealhou 480 mil libras (R$ 3,45 milhões).

O Lancer EVO T.M.E.

O Lancer Evolution VI Tommi Mäkinen Edition chegou ao mercado em 2000 para coroar o desempenho fascinante do finlandês no WRC. A Mitsubishi limitou a edição em 2.500 unidades. O carro tinha pintura vermelha e faixas exclusivas. 

Sob o capô o TME contava com o mesmo motor 2.0 turbo de 280 cv, combinado com transmissão manual de cinco marchas e tração integral. Segundo a fabricante, o sedã é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e atingir máxima de 240 km/h.