O número de famílias endividadas no Brasil chegou a 67% em abril, segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Para o consultor financeiro Erasmo Vieira, “toda dívida é opressora”. A principal dica para mudar essa realidade é fazer um levantamento e se planejar para não pagar juros. O especialista diz que a “reeducação financeira é cortar os juros”.

Outra solução é fazer uma negociação e parcelar de acordo com a possibilidade de cada família, evitando empréstimos. Confira mais dicas na entrevista abaixo.