Morreu, na manhã deste domingo (16), o prefeito de São Paulo, Bruno Covas. O político de 41 anos lutava contra um câncer no sistema digestivo desde 2019.

Internado desde 2 de maio no Hospital Sírio-Libanês, o chefe do Executivo paulistano foi diagnosticado com um quadro irreversível na sexta-feira (14). Ele deixa o filho Tomás Covas, de 15 anos.

Carreira

Nascido em 7 de abril de 1980, em Santos, Covas era advogado e economista de formação e membro do PSDB. Sua carreira começou em 2004, quando se candidatou a vice-prefeito da cidade natal.

Em 2006 foi eleito deputado estadual, sendo reeleito no pleito seguinte. Depois, foi convidado por Geraldo Alckmin para assumir a Secretaria do Meio Ambiente em 2011, cargo que ele ocupou até 2014.

Em 2016 foi eleito vice-prefeito de São Paulo, na chapa de João Doria, assumindo a prefeitura em abril de 2018, após o colega renunciar para concorrer ao governo estadual. Foi reeleito no ano passado ao conseguir o feito inédito de vencer em todos os distritos eleitorais da cidade no primeiro turno.

Leia mais:

Morre, aos 87 anos, a atriz Eva Wilma
14 pessoas ficam feridas em acidente com ônibus na BR-381, em Nova Era; pista foi interditada