O ex-ministro da Indústria e Comércio João Camilo Penna, de 95 anos, morreu nesta sexta-feira (23) em Belo Horizonte. A causa do óbito não foi divulgada. A informação foi divulgada pelo site Anna Ramalho.

João Camilo Penna nasceu em Corinto, na região Central de Minas Gerais, em 19 de dezembro de 1925. Era filho do fazendeiro e ex-diretor da Associação Comercial da capital, Protásio Oliveira Pena, e de Regina Alvim Pena.

Em 1969, foi efetivado como presidente da Cemig, após dois anos em que acumulara interinamente o cargo com a vice-presidência da empresa. Já em 1970, foi eleito 'Empresário do Ano' pela Associação Comercial de Minas Gerais.

Dois anos depois, participou do primeiro programa para executivos oferecido pelo Centro de Desenvolvimento em Administração da Fundação João Pinheiro, em conjunto com a Graduate School of Business da Universidade de Colúmbia.

Foi ministro entre 1979 e 1984, no governo de João Batista Figueiredo. Ele renunciou à função de ministro e assumiu a presidência de Furnas Centrais Elétricas.

Em 2008, tornou-se membro efetivo do conselho administrativo da Cemig. João Camilo casou-se com Vera Prates Pena e teve duas filhas.

Leia a biografia de João aqui.

Leia mais:
Brasileiro está lendo mais na pandemia, diz Sindicato dos Editores
Influenciadora registrou boletim contra namorado 1h30 antes de ser encontrada morta
Fiocruz aponta alta de casos e óbitos por Covid-19 em pacientes jovens