A Land Rover amplia sua linha de modelos diesel, com o Discovery. O SUV de sete lugares passa a contar com unidades Ingenium seis cilindros 3.0 de 300 cv e 66,3 kgfm de torque. Por aqui, a marca já oferece os modelos Velar e Discovery Sport com unidades diesel, mas nenhuma delas com tanto torque como na unidade D300 do Discovery.

Segundo a fabricante, todo torque do motor está disponível a partir de 1.500 rpm, o que garante o máximo de força sem elevar o giro. Na prática, significa ultrapassar obstáculos fora de estrada sem grande esforço, tal como rodar em baixa rotação na estrada. O bloco é combinado com transmissão automática de oito marchas e tração integral.

Complementa o conjunto mecânico o sistema Terrain Response 2. Trata-se de um seletor de condução, capaz de ajustar o mapeamento do motor, direção e demais parâmetros de acordo com o tipo de terreno. A ideia é oferecer o melhor comportamento dinâmico em cada piso, conforme a aderência.

Por dentro o pacote do jipão é recheado. O SUV conta com sistema multimídia PIVI PRO, com tela de 11,4 polegadas (com conexão Android Auto, Apple CarPlay e Bluetooth para dois aparelhos). O SUV ainda recebeu quadro de instrumentos de 12,3 polegadas, sistema de áudio Meridian de 400 watts (na versão SE) e 700 watts, na versão topo de linha HSE. Ele ainda recebeu ar-condicionado com sistema de</CW> filtragem que é capaz de identificar toxinas e alergênicos.

E toda essa fartura cobra seu preço. O jipão custa nada menos que R$ 586.450. Isso na versão de entrada, a SE. Ele ainda é oferecido na opção HSE, que não teve valor divulgado.