Como todos os anos, a Receita Federal fez mudanças na declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). A principal mudança em 2021 é que o prazo para a entrega voltou a ser de 1º de março até 30 de abril. No ano passado, por conta do início da pandemia da Covid-19, os contribuintes puderam entregar a declaração do IR até junho.  

Uma outra novidade também relacionada à pandemia é que os beneficiários do auxílio emergencial que tiverem obtido rendimentos tributáveis acima de R$ 22.847,76 ao longo de 2020 são obrigados a fazer a declaração. Além disso, devem devolver os valores recebidos por eles e por seus dependentes.

O advogado especialista em Direito Tributário Flávio Bernardes conversa com a repórter Maria Amélia Ávila sobre as mudanças no IR, o que deve ser declarado e como evitar a malha fina, nesta terça-feira (30), às 17h. A live será transmitida pelo Instagram do Hoje Em Dia.